Escolher o pente certo não é uma tarefa fácil. E o pior é que, uma escolha errada pode danificar os fios. Há no mercado vários modelos: largos, finos, com cabos longos ou curtos, de plástico, de madeira,  tipo garfo, entre outros. Cada acessório tem uma finalidade: dar o toque final ao penteado, desembaraçar sem quebrar ou danificar as madeixas, minimizar os fios que teimam em ficar arrepiados ou modelar. A técnica de beleza da Condor, Marília Kikuchi, dá dicas preciosas de como encontrar o pente certo para cada tipo de cabelo. Veja qual o ideal para você:

1) Qual o pente ideal para cada cabelo tipo de cabelo?
Lisos e finos
: estes tipos de fios costumam ser muito elétricos e com frizz. O ideal é utilizar pentes de madeira, que, com dentes largos, facilitam o pentear e minimizam os arrepiados. É importante não deixar o pente molhado para evitar acumulo de fungos.

Grossos e com volume: pentes de material plástico são bem resistentes e tem dentes abertos. Isto facilita a passagem dos fios e elimina risco de quebra.

Ondulados: este tipo de fio não deve ser penteado diariamente para não deixar o cacho irritado ou sem forma. O melhor é, após a lavagem, penteá-lo uma única vez com o auxílio de um pente com dentes bem largos e de preferência de madeira para evitar arrepiados. Durante o dia, apenas ajeite com as mãos.

Afros: merece cuidado constante – o simples ato de pentear pode quebrar ou arrebentar o fio. Para que isto não aconteça, é fundamental desembaraçar de maneira suave. Os pentes tipo jacaré – com dentes em formato de gota – são os mais indicados.

2) Qual a indicação para o pente tipo garfo?
O garfo ajuda a dar forma e soltar um cabelo crespo, além de desembaraçar os afros sensíveis. Este tipo de pente foi muito usado nas décadas de 70 e 80, quando as discotecas lançaram a moda “black power”.

3) E em relação aos dentes: os largos são melhores para desembaraçar? E por que as pontas dos dentes são arredondadas?
Sim. Os dentes largos são melhores para desembaraçar porque não seguram os fios e permitem que eles sejam penteados sem o uso da força. As pontas dos dentes são arredondadas para não machucar o couro cabeludo e não causar fissuras nos fios. A distância dos dentes está relacionada com cada tipo de cabelo e também com o trabalho que está sendo realizado. O pente fino de cabo mais longo é usado: para trabalhos químicos como coloração, já que ele consegue retirar finas mechas de cabelos para serem manuseadas com precisão; e também na separação para o “brushing”.

4) Quais pentes são mais indicados para modelar o cabelo?
Os mais indicados são os modelos jacaré com dentes específicos para modelar. Alguns modelos têm desembaraçador no cabo. São perfeitos para dar ajuste final aos cabelos curtos e médios, após serem escovados.

5) E quanto ao cabo dos pentes? Há diferença entre os curtos ou longos, mais grossos ou finos?
Os cabos têm função de transmitir segurança e de definir o tipo de trabalho que será executado.

6) Por que dizem que o pente de madeira é o mais indicado para o dia-a-dia?
O pente de madeira possui uma característica que fica a desejar nos pentes de plástico: a neutralização da estática. Os de tipo jacaré são usados para dar acabamento nos penteados com escova, para soltar franja e para deixar o cabelo com ar mais natural.

7) Como deve ser feita a conservação dos pentes? É preciso lavar após o uso entre uma pessoa e outra? Usa-se água e sabão ou álcool?
A conservação dos pentes deve ser feita regularmente, pois o uso por diversas pessoas requer uma assepsia maior. Lavar com o auxílio de um sabão neutro após o uso entre indivíduos é o mais indicado, porque evita problemas de pele. Não se deve usar os dentes do pente para retirar cabelos presos nas escovas.

SAC Condor: 0800- 47 66 66
Site: www.condor.ind.br

Beijos, gurias, aproveitem as dicas!